Máximas históricas da Bolsa: o que significam?

SABE

Blog

voltar

Máximas históricas da Bolsa: o que significam?

14/01/2019

“O Brasil não está acostumado a viver em condições de juros baixos. Essa estabilidade será importante para dar confiança ao mercado financeiro sobre a possibilidade de repassar essa queda ao crédito”

Luiz Roberto Cunha – Economista da PUC-Rio

O Ibovespa encerrou o ano de 2018 no patamar de 88.000 pontos, tendo variação positiva de 15,18%.  Desde o primeiro até o último pregão de 2019,  em 11/jan, o índice já subiu 6,48%, tendo batido cinco máximas históricas, sendo a maior em 10/jan com 93.790 pontos. Como dissemos no blog anterior, esse crescimento extraordinário pouco significa se considerarmos os fundamentos da nossa economia, como mostrado a seguir.

Os indicadores macro de 2018 evidenciam o quadro sombrio da atividade econômica de nosso país: PIB crescendo menos de 1,5%, taxa de desemprego de quase 12 milhões de pessoas com 14 anos ou mais, resultado primário com déficit previsto de 1,8% do PIB e dívida bruta geral do governo de 76,5% do PIB.

Mesmo o Ibovespa batendo sucessivos recordes e estando próximo de 95.000 pontos, há que se considerar que desde mai/2008 (pico histórico de 73.516 pontos) até out/2018, o índice da bolsa brasileira perdeu 39,05% em dólar, como informa a [B]3. A bolsa como sempre antecipa as expectativas e mede de forma implacável o status da economia.

Nos últimos 21 pregões o índice subiu 6,39%, com tendência de alta. O índice fechou a semana com 93.703 pontos tendo variação positiva de 1,91%. Praticamente em todos os intervalos de tempo, o Ibovespa superou a renda fixa, sinalizando um novo cenário para os investimentos em nosso país.

Veja a seguir o desempenho da bolsa brasileira, medido pelo Ibovespa em pontos, em diferentes intervalos de tempo.

Continuamos convictos que, com a SELIC baixa no patamar de 6,5% ao ano (a previsão para 2019 é de 7,13%), os investidores terão que buscar alternativas com maior risco, caso queiram obter retornos melhores. Para proteger o patrimônio, a renda fixa continua sendo uma boa alternativa, mas para ganhar dinheiro de verdade as ações são a melhor opção. Ocorrendo aumento dos juros em 2019, a busca por melhores retornos se tornará mais técnica e seletiva.

Como lembra o economista Lionel Robbins, “expectativas equivocadas estimulam investimentos inapropriados”. Dentre as alternativas de aplicações com maior risco, as Ações de companhias com qualidade de gestão e desempenho consistente no longo prazo, as chamadas “SABE Campeãs”, trazem excelentes oportunidades de investimentos. Quem não quiser gerenciar risco vai ter que se contentar com 0,50% de retorno ao mês! A mudança do paradigma Renda Fixa X Renda Variável, na nossa opinião, é uma questão de tempo...

O conjunto de estatísticas mostrado ajuda o leitor a perceber os movimentos cíclicos da bolsa brasileira, em especial sobre os que têm (e os que não têm) fundamento técnico. Confira a evolução do “termômetro da bolsa” no gráfico abaixo e perceba agora a semelhança entre as tendências de alta e as volatilidades do Ibovespa no longo prazo (quase cinco anos) e nos últimos 21 pregões:

Em resumo, pouco importa se o índice está na máxima. Começamos a sair do lamaçal que foi o Brasil dos últimos anos. Prepare-se para ver máximas atrás de máximas. Com bolsa na máxima (ou na mínima) sempre temos boas opções esperando por nós. O que importa não é o preço, mas sim o valor da empresa.

Veja agora o que o SABE Alerta da semana passada publicou sobre o excelente desempenho das Carteiras SABE Invest e sobre a medida de corte que o Governo pretende fazer no Sistema “S”.

O Corte no Sistema “S” e suas consequências

Carteiras SABE Invest superam o Ibovespa em todo o ano de 2018!!!

A SABE não pretende nem se dispõe a ensinar/instruir como investir no mercado de ações nem, muito menos, quais e quando comprar/vender ações: para isso recomendamos consultar a sua Corretora. SABE é o suporte imprescindível para quem já atua neste mercado ou já tomou a decisão de nele participar.

Promo SABE Invest


O SABE Alerta é apenas a “ponta de um iceberg” quando comparado ao acervo de informações que o Big Data SABE tem à disposição de investidores e gestores de investimentos em ações: são 120.000 demonstrações financeiras padronizadas de TODAS as companhias abertas desde 1994 e os preços de suas ações ajustadas dos últimos cinco anos.

Conheça o SABE Intelligence, a maneira revolucionária de selecionar empresas de desempenho destacado com a inteligência artificial e tomar decisões de investimentos em ações com maior probabilidade de acerto.

Luiz Guilherme Dias

SABE | Inteligência em Ações da Bolsa

Comentários