Brasil 2019: o risco de dar certo

SABE

Blog

voltar

Brasil 2019: o risco de dar certo

07/01/2019

“Piratas privados, burocratas corruptos e criaturas do pântano se associaram contra o povo”

Paulo Guedes – Ministro da Economia

Em seu discurso de posse, o novo ministro da economia disse que “O bonito é que, se der errado, pode dar certo”. Com essa frase percebemos que o governo tem um “plano B” à reforma da Previdência: desvincular o Orçamento, o que faria a classe política assumir o controle dos gastos. Ao que tudo indica, a mensagem não foi bem entendida, mas sem dúvida é positiva, pois além de trazer um senso de otimismo, comunica que a reforma da previdência vai acontecer!

Deveremos ter daqui para frente um novo estilo de gestão pública com uma comunicação mais clara e direta, embora com tropeços naturais por conta de um processo gradativo de alinhamento da estratégia que será executada. O que vale é a intenção!

O mercado de ações brasileiro iniciou 2019 com forte alta de 3,56% no primeiro dia útil. Na curta semana encerrada em 04/jan, o Ibovespa bateu três máximas históricas sucessivas, atingindo 91.840 pontos, com ganho de 4,36%. Mesmo com ruídos entre os integrantes do governo sobre medidas econômicas em curso, a bolsa encerrou em alta. Por sua vez, na mesma semana, o dólar desvalorizou 3,98%, fechando a R$3,716.

Recomendamos atenção aos nossos leitores, pois entendemos que pouco significa esse desempenho de curto prazo, tendo em vista a fragilidade que a economia de nosso país enfrenta. Vencer batalhas é necessário, mas enfrentaremos uma verdadeira guerra para mudar o país.

Nos últimos 21 pregões o índice subiu 2,04%, com tendência estável. O índice fechou a semana com 91.840 pontos tendo variação positiva de 4,36%, influenciada pela expectativa de mudanças na política econômica. Praticamente em todos os intervalos de tempo, o Ibovespa supera a renda fixa, sinalizando um novo cenário para os investimentos em nosso país.

Veja a seguir o desempenho da bolsa brasileira medido pelo Ibovespa em pontos, em diferentes intervalos de tempo.


Continuamos convictos que, com a SELIC baixa no patamar de 6,5% ao ano (a previsão para 2019 é de 7,13%), os investidores terão que buscar alternativas com maior risco, caso queiram obter retornos melhores. Para proteger o patrimônio, a renda fixa continua sendo uma boa alternativa, mas para ganhar dinheiro de verdade as ações são a melhor opção. Ocorrendo aumento dos juros em 2019, a busca por melhores retornos se tornará mais técnica e seletiva.

Como lembra o economista Lionel Robbins, “expectativas equivocadas estimulam investimentos inapropriados”. Dentre as alternativas de aplicações com maior risco, as Ações de companhias com gestão de qualidade e desempenho consistente no longo prazo, as chamadas “SABE Campeãs”, trazem excelentes oportunidades de investimentos. Quem não quiser gerenciar risco vai ter que se contentar com 0,50% de retorno ao mês! A mudança do paradigma Renda Fixa X Renda Variável, na nossa opinião, é uma questão de tempo...

O conjunto de estatísticas mostrado ajuda o leitor a perceber os movimentos cíclicos da bolsa brasileira, em especial sobre os que têm (e os que não têm) fundamento técnico. Confira a evolução do “termômetro da bolsa” no gráfico abaixo e perceba agora a semelhança entre as tendências de alta e as volatilidades do Ibovespa no longo prazo (quase cinco anos) e nos últimos 21 pregões:

A SABE não pretende nem se dispõe a ensinar/instruir como investir no mercado de ações nem, muito menos, quais e quando comprar/vender ações: para isso recomendamos consultar a sua Corretora. SABE é o suporte imprescindível para quem já atua neste mercado ou já tomou a decisão de nele participar.

Promo SABE Invest


O SABE Alerta é apenas a “ponta de um iceberg” quando comparado ao acervo de informações que o Big Data SABE tem à disposição de investidores e gestores de investimentos em ações: são 120.000 demonstrações financeiras padronizadas de TODAS as companhias abertas desde 1994 e os preços de suas ações ajustadas dos últimos cinco anos.

Conheça o SABE Intelligence, a maneira revolucionária de selecionar empresas de desempenho destacado com a inteligência artificial e tomar decisões de investimentos em ações com maior probabilidade de acerto.

Luiz Guilherme Dias
SABE | Inteligência em Ações da Bolsa

Comentários