100 mil pontos: voo de galinha ou de águia?

SABE

Blog

voltar

100 mil pontos: voo de galinha ou de águia?

25/06/2019

“Seja prudente quando os outros são vorazes e seja voraz quando os outros são prudentes”

Warren Buffett - Investidor

Ibovespa 100 mil pontos: Liquidez ‘monstra’ encontra mercado escasso em papel

Matéria interessante publicada no site Brazil Journal revela que a pujança do mercado — que fez o índice Bovespa atingir um pico nominal de 100 mil pontos na quarta-feira — vem acompanhada dos temores associados a toda vez que o Brasil ameaça dar certo: será este mais um voo de galinha?

A Bolsa brasileira tem cerca de 400 companhias listadas, mas apenas 104 negociam acima de R$ 10 milhões em média por dia — a liquidez necessária para que um grande investidor possa montar posição num papel. Se novas empresas não acessarem o mercado logo, o fluxo vai começar a inflacionar os múltiplos e distorcer os preços, na medida em que o capital corre atrás dos mesmos nomes.

“Ainda estamos bem no início do ciclo,” diz Gilson Finkelsztain, o CEO da B3. “Há de 30 a 40 empresas que devem vir a mercado nos próximos 18 meses, incluindo IPOs e follow-ons.” A média de negociação diária da Bolsa passou de R$ 10-12 bilhões há um ano para cerca de R$ 15-16 bilhões agora. (Metade da alta é resultado da apreciação dos ativos, e a outra metade, aumento de liquidez.) Fonte: Brazil Journal. Leia a íntegra...

Analistas afirmam que a aprovação da reforma da Previdência é condição fundamental para índice chegar a 110, 120, 130 mil pontos

Após março, quando o Ibovespa chegou a bater 100 mil durante um dia de negociações, a instabilidade política, com renovadas crises e trapalhadas, jogou o índice de volta para 89 mil pontos. Agora, a grande dúvida é se o governo e o Congresso estão alinhados para aprovar a reforma da Previdência.

O mercado aposta todas as fichas nessa aprovação, afirma Bruce Barbosa, sócio-fundador da casa de análises Nord Research. “É a aprovação da Previdência que vai fazer o Brasil romper esses 100 mil pontos de hoje e subir para até 110 mil, 120 mil, até 130 mil pontos. Tudo isso vai depender da aprovação da reforma e das medidas que o Paulo Guedes prometeu implementar assim que ela for aprovada”, afirma o especialista. (Fonte: Exame). Leia mais...

Termômetro da Previdência: Governistas creem já ter votos suficientes para aprovar reforma

Membros da comissão especial avaliam que, se a reforma fosse votada hoje no plenário, teria entre 325 e 335 votos, caso o relator Samuel Moreira (PSDB-SP) fizesse os ajustes solicitados pelos líderes partidários e mantivesse o diálogo aberto até o momento da votação. A projeção dos governistas é significativamente mais alta do que o levantamento feito pela consultoria Atlas Político, que mostra a adesão de 235 deputados até o dia 23/06.


Desempenho do Ibovespa

O Ibovespa fechou a semana encerrada em 21/06 alcançando sua máxima histórica de 102.012 pontos com alta de 1,7% e volume negociado de R$ 18,707 bilhões. Na semana a alta foi de 4,05%. A tendência primária (longo prazo) do Ibovespa continua de alta.

Da máxima de 73.516 pontos de 20/mai/2008 até o fim de abr/2019 com 96.353 pontos, o índice subiu 31,06%. Entretanto em dólar a variação foi de menos 45,26%, no mesmo intervalo de tempo.

Veja a seguir o desempenho da bolsa brasileira, medido pelo Ibovespa em pontos, em diferentes intervalos de tempo, deixando abaixo a rentabilidade da renda fixa em todos os períodos. 


Com a manutenção da SELIC baixa no patamar de 6,5% ao ano ou em menor nível, como esperado pelo mercado, os investidores terão que buscar alternativas com maior risco, caso queiram obter retornos melhores. Para proteger o patrimônio, a renda fixa continua sendo uma boa alternativa, mas para ganhar dinheiro “de verdade” as ações são a melhor opção.

Dentre as alternativas de aplicações com maior risco, as Ações de companhias com qualidade de gestão e desempenho consistente no longo prazo, as chamadas “SABE Campeãs”, trazem excelentes oportunidades de investimentos. Quem não quiser gerenciar risco vai ter que se contentar com algo tipo 0,50% de retorno real ao mês! A mudança do paradigma Renda Fixa X Renda Variável, na nossa opinião, é uma questão de tempo...

O conjunto de estatísticas mostrado ajuda o leitor a perceber os movimentos cíclicos da bolsa brasileira, em especial sobre os que têm (e os que não têm) fundamento técnico. Confira a evolução do “termômetro da bolsa” no gráfico abaixo e perceba as diferenças entre as tendências (linha pontilhada em amarelo) e as volatilidades do Ibovespa no longo prazo (quase cinco anos) e nos últimos 21 pregões:


Veja a seguir o que o SABE Alerta da semana passada publicou sobre o futuro dos negócios da Via Varejo com Michael Klein a frente e sobre a presença das estatais estrangeiras no setor de infraestrutura brasileira.

Via Varejo: Será que agora vai?

Infraestrutura no Brasil interessa a estatais estrangeiras


A SABE não pretende nem se dispõe a ensinar/instruir como investir no mercado de ações nem, muito menos, quais e quando comprar/vender ações: para isso recomendamos consultar a sua Corretora. SABE é o suporte imprescindível para quem já atua neste mercado ou já tomou a decisão de nele participar.

SABE Invest


O SABE Alerta é apenas a “ponta de um iceberg” quando comparado ao acervo de informações que o Big Data SABE tem à disposição de investidores e gestores de investimentos em ações: são 120.000 demonstrações financeiras padronizadas de TODAS as companhias abertas desde 1994 e os preços de suas ações ajustadas dos últimos cinco anos.

Conheça o SABE Intelligence, a maneira revolucionária de selecionar empresas de desempenho destacado com a inteligência artificial e tomar decisões de investimentos em ações com maior probabilidade de acerto.

Luiz Guilherme Dias
SABE | Inteligência em Ações da Bolsa

Comentários