SABE

notícias

Guerra comercial: todos perdem!!

12/08/2019

O investidor brasileiro segue firme no seu intuito de diversificar o risco para além do “feijão-com-arroz” da renda fixa. Com a Selic na mínima histórica, em 6% ao ano, têm ganhado peso progressivamente ativos de renda variável, fundos imobiliários e debêntures.

continue lendo -->

Corte de juros anima mercado!!

05/08/2019

A tendência de taxas de juro reais mais baixas já dura há décadas e é possível que isso tanto continue como que se reverta. Com os bancos centrais indo na direção do relaxamento econômico, é hora de parar de esperar que as taxas se recuperem e enfrentar o mundo tal como é.

continue lendo -->

O fim dos juros altos!!

29/07/2019

88% dos brasileiros que investem ainda têm seu dinheiro na poupança, que rende 70% da taxa de juros (4,55% ao ano com os juros atuais de 6,5%). Está na hora de mudar e buscar carteiras mais otimizadas. Na visão da XP, o cenário traz uma série de oportunidades, destacando a bolsa como o melhor ativo para se investir, com potencial de atingir 140 mil pontos até o final de 2020.

continue lendo -->

É necessário superar dicotomia Estado x Mercado!!

22/07/2019

A economista britânica Kate Raworth, afirma que a economia terá de se tornar regenerativa e circular, tendo um efeito líquido positivo sobre as sociedades e o ambiente. Isso significa que o modo clássico como o desempenho econômico é medido, por meio do crescimento da renda nacional, perde sentido. Não há um único índice, mas uma gama de indicadores sociais, ambientais e econômicos.

continue lendo -->

Por que não crescemos?

15/07/2019

O Brasil, que não conseguiu se recuperar da recessão, tem 13,3 milhões de desempregados, dos quais um em cada quatro está procurando emprego há mais de dois anos. Nas fábricas, 25% da capacidade instalada está ociosa, 210 mil empresas do comércio fecharam as portas em quatro anos e 6 mil companhias pediram recuperação judicial. Afinal, por que não crescemos?

continue lendo -->

Vai trabalhar vagabundo!!

08/07/2019

Se convertido pelo dólar Ptax, de R$ 3,794, o Ibovespa estaria hoje em 27.315 pontos. O número é 38,8% abaixo da máxima histórica em dólar, de 19/05/2008, quando estava em 44.616 pontos na moeda americana. Já no cálculo corrigido pela inflação, o Ibovespa ainda está 24% abaixo da máxima histórica, em 20/05/2018, quando estava em 73.516 pontos.

continue lendo -->

As incertezas continuam e continuarão!!

01/07/2019

O interesse dos brasileiros por ações de empresas está em alta. Nas ofertas de papéis realizadas neste ano, até o momento, os investidores locais aplicaram de R$ 8 bilhões, ante R$ 4,6 bilhões nos 12 meses de 2018. É verdade que o volume de ofertas aumentou em 2019, mas os números mostram que tem sido crescente o interesse de pessoas físicas por ações.

continue lendo -->

100 mil pontos: voo de galinha ou de águia?

25/06/2019

A pujança do mercado — que fez o Ibovespa atingir um pico nominal de 100 mil pontos — vem acompanhada dos temores associados a toda vez que o Brasil ameaça dar certo: será este mais um voo de galinha? A B3 tem atualmente 425 companhias listadas, mas apenas 104 negociam acima de R$ 10 milhões em média por dia — a liquidez necessária para que um grande investidor possa montar posição num papel.

continue lendo -->

A economia brasileira está muito machucada!

17/06/2019

A economia brasileira está muito machucada e só vai voltar a crescer com mais força se fizer muitas reformas no ambiente institucional, diz o economista Marcos Lisboa, presidente do Insper. "Há um ambiente institucional muito deteriorado no setor produtivo, e isso já vem de anos. Houve uma degradação da infraestrutura, uma piora imensa da estrutura tributária brasileira nesta década. O que não era bom se tornou pior", afirma Lisboa.

continue lendo -->

SABE Alerta

Assine e tenha acesso às melhores informações
para fundamentar suas decisões de investimentos em ações.