ROEs têm quedas expressivas no 1S2020!!

SABE

notícias

voltar

ROEs têm quedas expressivas no 1S2020!!

28/08/2020

Análise dos Retornos do Acionistas (ROE) no 1º Semestre de 2020

Este artigo tem como objetivo a análise dos Retornos de Acionistas (ROEs) anualizados de empresas (não financeiras) e bancos referentes ao 1º Semestre de 2020 (1S2020) em comparação ao mesmo período de 2019 (1S2019).

Utilizamos a mesma amostra de companhias listadas na B3 dos dois últimos artigos publicados sobre resultados e endividamento. São informações sobre 253 balanços individuais, sendo 233 empresas (não financeiras) e 20 bancos, extraídas de nosso Banco de Dados SABE©.

Empresas (Não-Financeiras)

Os Lucros tiveram uma enorme queda de mais de 100%, de R$ 77 bilhões para menos R$ 70 bilhões, fazendo com que os ganhos do 1S2019 ficassem praticamente anulados. Em consequência, o ROE no 1S2020 ficou deteriorado, com perda de 19,8 pontos percentuais em relação ao 1S2019:

  • - 83 empresas, cerca de 1/3 do total da amostra, amargaram prejuízo no 1S2020 totalizando R$ 124,1 bilhões;

  • - 19 empresas apresentaram patrimônio líquido negativo no 1S2020 totalizando R$ 48,7 bilhões; destas apenas 2 (Bombril e Pomifrutas) tiveram lucro no 1S2020;

  • - se excluirmos os 5 maiores patrimônios negativos (GOL, Azul, PDG Realt, CEEE-D e OSX Brasil), cuja soma foi de R$ 40,5 bilhões no 1S2020, o quadro melhora, mas o ROE acumulado permanece negativo em 14,3%;

  • - os 10 maiores ROEs anualizados foram de: Marfrig (793,5%), Minerva (125,2%), Comgas (116,5%), Guariroba (78,7%), BBSeguridade (68,8%), Ecovias (62,9%), Wiz (62,2%), Paul F e Luz (58,0%), CPFL Piratinin (55,4%) e Ecorodovias (43,9%).


Bancos

Os Lucros tiveram queda de 37%, de R$ 44 bilhões para R$ 28 bilhões no 1S2020; os ROEs acompanharam trazendo um retorno de 11,1%, redução de 7,7 pontos percentuais em relação ao 1S2019.

  • - 2 bancos (Banco Inter e Finansinos) apresentaram prejuízo no 1S2020 totalizando R$ 10,6 milhões;

  • - os 5 maiores ROEs anualizados no 1S2020 foram de: Santander (16,0%), Banestes (15,7%), Merc Brasil (15,4%), Banco Pan (12,3%) e Banco do Brasil (12,1%).


Conclusão

Com lucros em queda expressiva no 1º semestre de 2020, o retorno do acionista (ROE) de 233 empresas não financeiras ficou negativo, perdendo quase 20 pontos percentuais em relação ao mesmo período de 2019, enquanto que o ROE de 20 bancos cedeu 7,7 pontos percentuais ficando em 11,1%, na mesma comparação de períodos.

A planilha abaixo mostra o retrato resumido da evolução dos ROEs do 1S2020 comparado com igual período de 2019, das companhias da amostra.


SABE INVEST APP


TERMO DE RESPONSABILIDADE (DISCLAIMER)

A SABE não pretende nem se dispõe a ensinar/instruir como investir no mercado de ações nem, muito menos, quais e quando comprar/vender ações: para isso recomendamos consultar a sua Corretora. SABE é o suporte imprescindível para quem já atua neste mercado ou já tomou a decisão de nele participar.

O SABE Alerta é apenas a “ponta de um iceberg” quando comparado ao acervo de informações que o Big Data SABE tem à disposição de investidores e gestores de investimentos em ações: são 140.000 demonstrações financeiras padronizadas de TODAS as companhias abertas desde 1994 e os preços ajustados de suas ações dos últimos cinco anos.

Luiz Guilherme Dias
SABE | Inteligência em Ações da Bolsa


Quer monitorar GRATUITAMENTE o desempenho da sua carteira de ações?

Conheça nosso APP:

SABE Invest - Google Play SABE Invest - App Store



Comentários