Desempenho Setorial 2018 – Raio X

SABE

notícias

voltar

Desempenho Setorial 2018 – Raio X

29/05/2019

Neste artigo analisamos o desempenho em 2018 de 20 setores de atividade econômica das companhias abertas não financeiras listadas na B3, com informações extraídas de nosso Big Data SABE.

Para mapear o desempenho individual de cada setor, utilizamos quatro indicadores: de 2017 para 2018 medimos o crescimento das receitas líquidas e o crescimento dos resultados líquidos, em 2018 calculamos o grau de alavancagem financeira medido pela relação Dívida Líquida/EBITDA e o ROE (retorno do acionista).

A metodologia utilizada levou em conta as médias de cada um dos quatro indicadores descritos de todos os setores. As médias calculadas foram:

·  Crescimento das Receitas: 9,48%

·  Crescimento dos Resultados: 13,54%

·  Grau de Alavancagem: 5,32 X

·  Retorno do Acionista: 11,96%

Estabelecemos um critério de pontuação variando de zero a quatro para identificar para cada setor se o indicador estava abaixo ou acima da média. Finalmente, fizemos uma classificação para ranquear o desempenho dos setores por pontuação medida, como segue:

·  4 Indicadores acima da média: EXCELENTE

·  3 Indicadores acima da média: BOM

·  2 Indicadores acima da média: RAZOÁVEL

·  1 Indicador acima da média: RUIM

·  Nenhum Indicador acima da média: PÉSSIMO

Confira na planilha abaixo como ficaram classificados os 20 setores analisados:

Para evitar distorções, empresas como Eletrobras, Petrobras, Sid Nacional, Gerdau, Gerdau Met, Usiminas e Oi, foram excluídas do cômputo da média de resultados líquidos por terem tido uma variação muito elevada em seus lucros, de 2017 para 2018, seja por recuperação de prejuízos, seja por resultados extraordinários não recorrentes.

Há também que se considerar que setores como Petróleo/Petroquímico e Mineração sofrem enorme influência de Petrobras e Vale que por seu gigantismo acabam se confundindo com o setor.

Em síntese, os quatro setores com desempenho considerado excelente pelo método aqui aplicado foram:

·  Atacado/Varejo cuja manutenção de bom desempenho futuro depende da retomada da economia,

·  Mineração que, liderado pela Vale, enfrenta o desafio da sustentabilidade ambiental,

·  Saneamento que, considerado o mais atrasado da economia, requer esforços de privatização para sua universalização em âmbito nacional e

·  Siderurgia/Metalurgia que se recuperou de expressivo prejuízo em 2017 e que enfrenta pessimismo, pois depende da aprovação da reforma da Previdência para alavancar setores que demandam muito aço, como a construção civil.

Se algum dia você se perguntou como os gestores de investimentos conseguem ser tão bem-sucedidos, procure saber quais são suas fontes de informação. SABE Intelligence é o benchmark que deve complementar suas fontes e ferramentas de análise para assegurar maior probabilidade de acerto nas decisões de investimentos em ações.

Assine agora o SABE Intelligence, o relatório que auxiliará você na montagem ou avaliação de uma carteira de ações alinhada ao seu perfil, oferecendo maiores chances de melhores retornos.

Por menos que R$1,00 (isso mesmo, um real !!!) por dia você terá em mãos a solução pioneira desenvolvida pela SABE | Inteligência em Ações da Bolsa, uma empresa que se dedica ao negócio de informações financeiras empresariais desde 1995.

SABE Intelligence


O SABE Alerta é apenas a “ponta de um iceberg” quando comparado ao acervo de informações que o Big Data SABE tem à disposição de investidores e gestores de investimentos em ações. São 120.000 demonstrações financeiras padronizadas de TODAS as companhias abertas desde 1994 que, junto com os preços de suas ações ajustadas dos últimos cinco anos permitem à nossa equipe elaborar relatórios técnicos com informações seguras para investidores e profissionais do mercado.

Acompanhe os artigos técnicos publicados no Blog SABE e conheça o SABE Intelligence, a maneira revolucionária de selecionar empresas com desempenho destacado com suporte da IA e tomar decisões de investimentos em ações com maior probabilidade de acerto.

Luiz Guilherme Dias
SABE | Inteligência em Ações da Bolsa

Comentários