Das 10 maiores do Setor Elétrico, por lucro em 2017, a única que bateu o Ibovespa (valorização de 24,79%) foi a Geração Paranapanema que valorizou 26,76%.

SABE

notícias

voltar

Das 10 maiores do Setor Elétrico, por lucro em 2017, a única que bateu o Ibovespa (valorização de 24,79%) foi a Geração Paranapanema que valorizou 26,76%.

03/10/2017

O Setor de Energia Elétrica possui 51 Companhias listadas em Bolsa que operam em Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica. Por Receitas Líquidas, Eletrobras, CPFL Energia, Cemig, Copel e Cosan Ltd representaram 50% do setor no 1º semestre de 2017. 

Tradicionalmente este setor é considerado bom pagador de dividendos, cujas carteiras sugeridas por especialistas eram compostas por um terço de companhias elétricas. Entretanto, as mudanças regulatórias (MP 579) de 2012, a crise hídrica e a recessão econômica dos dois últimos anos reduziram as receitas do setor como um todo e aumentaram seus custos. As receitas e resultados do setor caíram 13% e 48%, respectivamente, do 1º semestre de 2016 para igual período deste ano.

Como consequência as ações dessas companhias perderam valor pelo desinteresse de muitos investidores. Observando o desempenho das ações das 10 companhias do setor em 2017 que apresentaram os maiores lucros no 1S2017, a única que bateu o Ibovespa (valorização de 24,79%) foi a Geração Paranapanema que valorizou 26,76%. Veja a planilha a seguir:

Com a expectativa de retomada da economia, Investidores estrangeiros adquiriram na semana passada quatro usinas hidrelétricas por R$12 bilhões . Por outro lado, muitos investidores, inclusive brasileiros, estão interessados na privatização da Eletrobras, cujas distribuidoras também deverão ser vendidas nos próximos meses. Ações desvalorizadas de setores defensivos como o de Energia Elétrica passam a ter boa probabilidade de valorização e, consequentemente, de voltar a pagar bons proventos em dinheiro (dividendos e JSCP).

Acompanhe os artigos técnicos publicados no Blog SABE e conheça o SABE Intelligence, a maneira inovadora de selecionar boas companhias para investir com suporte de tecnologia de inteligência artificial.

Comentários