SABE

notícias

Temporada de Balanços 2018: Lucro das Não Financeiras mais que dobra!!!

03/04/2019

O ano de 2018 foi marcado por fortes turbulências provocadas pela greve dos caminhoneiros no 1º semestre e pela incerteza com o resultado das eleições no 2º semestre. Mesmo com esses reveses as empresas não financeiras registraram um desempenho excelente com lucros subindo 129%, na contra mão da retomada da economia, cujo PIB cresceu apenas 1,1%.

continue lendo -->

VALE: A “joia da coroa” perdeu o brilho

29/03/2019

Sob o pilar econômico a Vale está de parabéns. Entretanto sob a ótica da Responsabilidade Socioambiental, a Vale está muito mal. A companhia passou um atestado de incompetência empresarial com o acidente de Brumadinho em jan/2019, desencadeando uma onda de lama que destruiu casas, vegetações e matou várias pessoas e animais. A impressão causada é que a Vale nada aprendeu com o rompimento da barragem de Mariana ocorrido em nov/2015, desrespeitando o propósito da sustentabilidade comunicado em seu site.

continue lendo -->

RUMO: lucro, depois de 4 anos com prejuízos

27/03/2019

A Rumo apresentou um desempenho bom de 2017 para 2018. O ativo e o patrimônio líquido subiram pouco mais de 3%, respectivamente. A dívida líquida caiu quase 4% e a relação desta com o EBITDA baixou 12%. Os resultados melhoraram: receitas cresceram 11%, EBITDA aumentou 18% e o lucro finalmente surgiu depois de quatro anos no vermelho. Como consequência, o ROE subiu mais de 6 pontos percentuais em 2018.

continue lendo -->

UNIPAR: desempenho excelente com supervalorização das ações

22/03/2019

O segmento Petroquímico em bolsa possui apenas duas companhias listadas: Braskem e Unipar. As receitas dessas companhias cresceram de modo expressivo de 2017 para 2018: 18% e 22%, respectivamente. O mesmo não aconteceu com os lucros: Braskem caiu 19% enquanto que Unipar subiu 94%.

continue lendo -->

MRV: resultado cresce, ação valoriza, alavancagem alta, em queda

20/03/2019

O segmento de Incorporação e Construção Imobiliária, teve um desempenho sofrível nos 9 meses de 2018. Ao todo, suas 18 companhias tiveram um resultado operacional negativo em mais de R$ 523 milhões e um resultado líquido também no vermelho em R$ 1,5 bilhões. Só escaparam 6 companhias com lucro, o resto ficou no vermelho.

continue lendo -->

Temporada de Balanços 2018: Lucro das Não Financeiras cresce 89%!!!

12/03/2019

Do lado das Empresas, percebemos um sinal mais forte de crescimento caracterizado pelo aumento total de 89% do lucro. Retirando as quatro maiores em lucro ainda assim o aumento se mantém em expressivos 47%. Pela ótica dos Bancos, o quadro é diferente: o aumento total dos lucros é de apenas 18%, incluindo os quatro maiores. Sem estes, o lucro total cai 7%, evidenciando a fraqueza dos menores.

continue lendo -->

Petrobras: lucro bastante expressivo, mas dívida ainda alta!!!

08/03/2019

A Petrobras teve lucro líquido de R$ 26,698 bilhões em 2018. Foi o 1º resultado positivo da companhia depois de quatro anos seguidos de perdas e o melhor resultado desde 2012. Na série histórica desde o Plano Real, o maior lucro foi de R$ 35,901 bilhões em 2015.

continue lendo -->

Lucro dos 4 Maiores Bancos sobe 25% em 2018!

28/02/2019

O Santander é o único grande banco estrangeiro que se deu bem no varejo bancário brasileiro. A concentração do mercado nas mãos de poucas instituições e a baixa bancarização do país — segundo o Banco Central, cerca de 30% da população não tem nenhum tipo de conta bancária — tornam a operação de uma filial local muito complexa para os estrangeiros.

continue lendo -->

Sid Nacional: aumento de 4.576% do lucro em 2018!!!

22/02/2019

Com receitas crescendo quase 24% de 2017 para 2018, a CSN teve expressivo aumento de EBITDA (85%) e um crescimento explosivo de lucro, de R$ 111 milhões em 2017 para R$ 5,2 bilhões em 2018. Como consequência, o ROE subiu mais de 50 pontos percentuais de 2017 para o ano seguinte.

continue lendo -->

SABE Alerta

Assine e tenha acesso às melhores informações
para fundamentar suas decisões de investimentos em ações.