SABE

notícias

Tecidos, Vestuário e Calçados: Lucros caem mais de 100% no 1º Trim 2020!

17/07/2020

De 2018 para 2019 o Setor de Tecidos, Vestuário e Calçados já vinha enfrentando perdas com queda de 34% nos lucros, aumento de 36% no grau de endividamento e retorno (ROE) descendo 6,2 pontos percentuais. Comparando os números do 1º Trim de 2019 com igual período de 2020, observamos que todos os segmentos tiveram um desempenho muito ruim, com quedas expressivas nos lucros, sendo a maior a do segmento de Tecidos. Pela ótica do endividamento, percebemos um alto grau de alavancagem anualizada, nos segmentos de Tecidos e Vestuário no 1º Trim 2020. Por último, todos os segmentos apresentaram reduções expressivas dos ROEs anualizados, prejudicando o retorno para o acionista..

continue lendo -->

Serviços Financeiros: Lucros caem 23% no 1º Trim 2020!

15/07/2020

No 1º trimestre de 2020 os destaques em desempenho vão para B3 e BB Seguridade, por terem apresentado os melhores indicadores de receitas, lucros, endividamento e retorno para o acionista, em nível acima do setor. Cabe também um destaque positivo para a Corretora de Seguros Wiz por ter conquistado um excelente ROE de 82%. Por último preocupa o alto grau de endividamento da Cielo que opera num segmento de alta competitividade no momento.

continue lendo -->

Construção Civil e Mercado Imobiliário: Lucros caem 31% no 1º Trim 2020!

10/07/2020

O Setor de Construção Civil e Mercado Imobiliário vinha apresentando melhora do ano de 2018 para 2019: aumento nas vendas, recuperação do prejuízo amargado em 2018, queda expressiva do grau de alavancagem financeira e ROE positivo o acionista, sinalizando tendência de recuperação. Entretanto, fazendo a comparação dos números do 1º Trim de 2019 com igual período de 2020, observamos uma reversão daquela tendência, à exceção do segmento de Shoppings. A questão que preocupa é o alto grau de alavancagem em todos os segmentos junto com um insignificante ROE do setor em nível abaixo de 1%.

continue lendo -->

Siderurgia e Metalurgia: Lucros caem mais de 100% no 1º Trim 2020!

08/07/2020

De 2018 para 2019 o Setor de Siderurgia e Metalurgia já vinha enfrentando perdas com queda de quase 50% nos lucros do ano. Além disso, o endividamento subiu 22% para uma alavancagem financeira elevada de 5,0 vezes, acima do nível de alerta. Por outro lado, o retorno (ROE) do setor como um todo desceu 6,9 pontos percentuais em 2019 chegando a 6,3%. Pela comparação dos números do 1º Trim de 2019 com igual período de 2020, observamos que os dois segmentos do Setor de Siderurgia e Metalurgia tiveram um fraco desempenho com quedas expressivas nos lucros, sendo a maior a do segmento de Siderurgia, devido à forte queda de lucro da Sid Nacional.

continue lendo -->

Papel e Celulose: Prejuízos aumentam quase 12 vezes no 1º Trim 2020!

03/07/2020

O Setor de Papel e Celulose em bolsa no fim de 2019 já apresentava um desempenho muito fraco com prejuízo, fortemente influenciado por Suzano que teve perdas de R$ 2,8 bilhões. No 1º trimestre de 2020 o desempenho do setor veio bem pior com aumento expressivo dos prejuízos provocado pelas duas maiores companhias do setor (Klabin e Suzano), fazendo com que o retorno do acionista ficasse deteriorado. A boa notícia foi a queda do nível de endividamento do setor para 6,5 vezes, embora ainda em nível de perigo.

continue lendo -->

Saneamento: Lucros caem 88% no 1º Trim 2020!

01/07/2020

Em 2019 o Setor de Saneamento como um todo composto de 7 companhias listadas em bolsa teve um bom desempenho com aumento nominal de 24% nos lucros, grau de endividamento  equilibrado (3,0 vezes) com queda de 6,7% e um ROE de 18,7%, aumento de 3,4 pps em relação a 2019. Entretanto, no 1º trimestre de 2020 o desempenho do setor veio pior: queda de 88% nos resultados, aumento do nível de endividamento para 3,2 vezes e ROE anualizado muito baixo de apenas 1,7%.

continue lendo -->

Transporte e Logística: Lucros caem mais de 100% no 1º Trim 2020!

26/06/2020

No 1º trimestre de 2020 os destaques em desempenho vão para CCR do segmento de Transporte Terrestre e Localiza do segmento de Aluguel de Carros, por terem apresentado os melhores indicadores de receitas, lucros, endividamento e retorno para o acionista em nível acima do setor. Assim como outros setores, a área de Transporte e Logística vai enfrentar grandes desafios no curto prazo provocados pela covid-19.

continue lendo -->

Atacado e Varejo: Lucros caem 63% no 1º Trim 2020!

24/06/2020

O Setor de Atacado e Varejo já vinha apresentando queda de 24% nos lucros do ano de 2018 para 2019. No fim de 2019 a alavancagem financeira era de 6,1 vezes, bem acima do nível de alerta e o ROE era muito baixo, de apenas 7%. No 1º Trim de 2020, o único subsetor cuja soma de receitas não aumentou foi o de Vestuário. Ao mesmo tempo, TODOS os demais tiveram queda nos resultados líquidos. Pela ótica do endividamento, percebemos um alto grau de alavancagem em todos os segmentos na faixa de 7,2 a 8,0 vezes, exceto o de Medicamentos. Por último, notamos quedas dos retornos (ROEs) em todos os segmentos analisados.

continue lendo -->

Energia Elétrica: Lucros caem 18% no 1º Trim 2020!

19/06/2020

De todas as companhias do setor de Energia Elétrica, destacamos no 1º Trim 2020 o desempenho da CPFL Energia, responsável pela iluminação do interior do estado de SP (2º maior PIB do país) com crescimentos expressivos de receitas e lucros, endividamento controlado e oferecendo retorno para o acionista em nível bem acima do setor, ao mesmo tempo em que, como as demais empresas, enfrenta o difícil momento atual, provocado pela Covid-19.

continue lendo -->

SABE Alerta

Assine e tenha acesso às melhores informações
para fundamentar suas decisões de investimentos em ações.