SABE

notícias

Prejuízos estrondosos com valorizações fantásticas!!!

30/10/2017

O desempenho de valores mobiliários emitidos por companhias com tradição na bolsa apresentaram no último dia 27/10/2017 extraordinárias valorizações que, a nosso ver, não possuem qualquer coerência com seus números recentes.

continue lendo -->

WEG: consistência é a chave!

27/10/2017

Com 56 anos de existência, cultura familiar e operação internacional, a WEG preserva a consistência de valor, seguindo o “mantra” de seu fundador Werner Ricardo Voigt: “Sempre tem um jeito de fazer melhor”.

continue lendo -->

FIBRIA: que lucro é esse?

26/10/2017

O lucro consolidado dos nove primeiros meses de 2017 da Fibria caiu 54% em relação a igual período de 2016, de R$ 1,755 bilhões para R$ 813 milhões. Mas, o mercado só comemorou o aumento de 23 vezes o lucro do terceiro trimestre. Afinal, que lucro é esse?


continue lendo -->

Logística: Quem se salva?

24/10/2017

As ações de todas as sete empresas do segmento de Logística perderam valor no longo prazo, refletindo o fraco desempenho econômico-financeiro que vêm apresentando. Quem escapou foi a Tegma, mas também desvalorizou na bolsa.

continue lendo -->

Aluguel de Carros: É um bom negócio?

23/10/2017

Localiza e Locamerica tiveram um bom desempenho na comparação do 1º semestre de 2017 com igual período de 2016. Destaque para o retorno do acionista (ROE) da Localiza no 1S2017 que atingiu 20,57%, bem distante dos retornos de suas concorrentes do segmento.


continue lendo -->

Empresas “Campeãs” superaram o Ibovespa e a Renda Fixa em Set/2017

20/10/2017

As Empresas Campeãs, na média, superaram o Ibovespa e também a Renda Fixa, no curto (1 ano), no médio (2 anos) e no longo prazo (5 anos, aproximadamente), com valorizações de 201,13%, 408,62% e 110,79%, respectivamente.


continue lendo -->

ABC BRASIL - Tamanho NÃO é documento

19/10/2017

A ação ABCB4 (ABC BRASIL PN) apresentou um desempenho expressivo de Dez/2012 até 18/Out/2017 superando o Ibovespa no curto, no médio e no longo prazo. Sua valorização foi forte a partir de Dez/2015 chegando a 148,96%.

continue lendo -->

CEMIG - Os dividendos do passado vão deixar saudades...

18/10/2017

O endividamento da Cemig atingiu no fim do 1º semestre de 2017 o montante de R$ 26,5 bilhões. Com baixa expectativa de conseguir vender sua participação na Light no curto prazo, a companhia colocou prioridade na venda da transmissora Taesa após sofrer pressão dos bancos credores. A Cemig espera obter R$ 2,5 bilhões com essa operação.

continue lendo -->

UNIPAR - Como fica depois da mudança?

17/10/2017

A Unipar tem pela frente um importante desafio de governança com o retorno para o controle da petroquímica em Nov/2017 do empresário Frank Geyer, herdeiro da empresa afastado em Ago/2016.


continue lendo -->

SABE Alerta

Assine e tenha acesso às melhores informações
para fundamentar suas decisões de investimentos em ações.