SABE

notícias

IPOs – R$ 21 bilhões em 2017!!!

04/01/2018

Em 2017 foram realizados 10 IPOs movimentando R$ 20,9 bilhões, o maior volume desde 2007. O maior IPO foi o da BR Distribuidora que movimentou mais de R$ 5 bilhões.

continue lendo -->

EMBRAER – Com a Boeing vai voar mais longe!

02/01/2018

Nos 21 pregões, de 28/11 a 27/12/2017, a ação EMBR3 teve expressiva valorização de 32,25% por conta da expectativa da gigante Boeing adquirir parte do controle da Embraer.

continue lendo -->

Saneamento – Desempenho medíocre frustra investidores!

22/12/2017

O desempenho como um todo das companhias do Setor de Saneamento e Serviços de Água & Gás foi fraco com queda de retorno do acionista de mais de 11%.

continue lendo -->

Burger King Brasil – IPO desagrada analistas!

21/12/2017

As novatas não têm tido um bom ano na bolsa: a ação BKBR3 do Burger King desvalorizou 3,44% em três dias, desde seu IPO.

continue lendo -->

ESTATAIS – Carga pesada para a Sociedade

19/12/2017

Percebemos um novo horizonte com empresas estatais federais sendo lentamente saneadas e encolhendo, levando o setor público a pesar menos.

continue lendo -->

BR Distribuidora – maior IPO desde 2013 gera polêmica!

18/12/2017

Mesmo sendo o maior IPO há quatro anos, as incertezas com relação à situação política, o cenário de crise fiscal e a dúvida sobre a reforma da previdência levaram o mercado a não se animar tanto.

continue lendo -->

ANIMA – Receitas crescentes, Lucros decrescentes

15/12/2017

O desempenho trimestral da ação ANIM3 (Anima ON), desde o fim de 2013 até o dia 12/Dez/2017, foi bastante volátil, refletindo seu desempenho econômico dos últimos cinco anos.

continue lendo -->

RIACHUELO – Crescimento expressivo ao longo de 23 anos!

14/12/2017

A taxa de crescimento anual composta (CAGR) das receitas líquidas e dos lucros líquidos da Riachuelo ao longo de 23 anos foi de 16,63% e 15,27% ao ano, respectivamente.

continue lendo -->

Tecnologia da Informação – Resultados para baixo com dívidas para cima!

12/12/2017

O desempenho como um todo das companhias do Setor de TI nos nove primeiros meses de 2017 foi muito fraco, pois todos os indicadores apresentaram desempenho negativo com receitas e resultados para baixo e dívidas para cima.

continue lendo -->

SABE Alerta

Assine e tenha acesso às melhores informações
para fundamentar suas decisões de investimentos em ações.