SABE

notícias

Setores novatos são os menos endividados

28/09/2018

Apenas 6 dos 21 setores estão em situação favorável de endividamento, com o múltiplo DL/EBITDA < 3x. Destes, três setores (Serviços Médico-Hospitalares, Tecnologia da Informação e Educação) são novatos em bolsa.

continue lendo -->

Somente 20 Companhias listadas na B3 não têm dívidas!!!

26/09/2018

Do 1S2017 para o 1S2018, o setor de Holdings foi o que teve o maior crescimento de dívidas, de R$ 30 bilhões para R$ 38 bilhões, aumento de 27%! O setor de Telecomunicações foi o que teve a maior redução de dívidas, de R$ 110 bilhões para R$ 78 bilhões, queda de 29%.

continue lendo -->

111 Companhias listadas na B3 com prejuízo no 1S2018!!!

21/09/2018

O setor que mais encolheu foi o de Papel e Celulose, saindo de um lucro de R$ 1 bilhão no 1S2017 para um prejuízo de R$ 1,3 bilhões no 1S2018, queda de 227%! De fato, um paradoxo, pois esse Setor foi o que teve o maior crescimento em vendas no mesmo período.

continue lendo -->

Setor de Papel e Celulose é o que mais cresce em Vendas

19/09/2018

O maior crescimento de receitas foi do Setor de Papel e Celulose que, com 7 companhias, teve um aumento de 36%, sendo liderado pela Fibria.

continue lendo -->

Equatorial – Um caso de sucesso no Setor de Energia Elétrica

14/09/2018

A Equatorial Energia reúne bons fundamentos, apresenta um ótimo desempenho, tanto em termos econômico-financeiros quanto em bolsa, e vem criando valor significativo para seus stakeholders. Assim sendo, é considerada um caso de sucesso.

continue lendo -->

Margem EBITDA das Cias do Ibovespa sobe desde 2015

12/09/2018

O ano de 2015 foi cruel para muitas empresas que apresentaram EBITDAs negativos, fazendo com que o valor acumulado desse indicador fosse de apenas R$ 162 bilhões.

continue lendo -->

Tamanho não é documento para ROE de Bancos

06/09/2018

No 1º semestre de 2018, os 10 maiores ROEs foram obtidos pelos seguintes bancos, em ordem alfabética: ABC Brasil, Banese, Banpará, Banrisul, Bradesco, BRB Banco, Daycoval, Itauunibanco, Parana e Santander.

continue lendo -->

Retornos de Cias do Ibovespa crescem desde 2015

05/09/2018

As taxas agregadas do Retorno sobre o Ativo Total (ROA) e do Retorno sobre o Patrimônio Líquido (ROE) das companhias do Ibovespa cresceram mais de 16 vezes e mais de 14 vezes, respectivamente, desde 2015 até o 1S2018.

continue lendo -->

49 Companhias acumulam PL negativo de mais de R$ 45 bilhões no 1S2018!!!

31/08/2018

Na comparação da soma dos valores do patrimônio líquido (PL) do 1S2018 contra o mesmo período de 2017, observamos um aumento de R$ 9,7 bilhões, correspondendo a um acréscimo de 27%!

continue lendo -->

SABE Alerta

Assine e tenha acesso às melhores informações
para fundamentar suas decisões de investimentos em ações.