SABE

notícias

Setores: dívidas atingem R$ 3 trilhões no 1º Sem 2020!!

18/09/2020

Dos 21 setores da bolsa, apenas 2 tiveram queda de dívidas líquidas no 1º Sem 2020: Utilidades Domésticas, devido à redução expressiva do endividamento da Whirlpool  e Serviços Financeiros por conta da forte queda da dívida da Cielo  do 1S2019 para o 1S2020. Portanto, 19 setores tiveram crescimento de seus endividamentos.

continue lendo -->

Davi e Golias se igualam em valorização

16/09/2020

Com aplicação de tecnologias de Big Data e Inteligência Artificial, a Carteira SABE Intelligence apresentou, por meio do Algoritmo SABE Score© praticamente o mesmo resultado que a Carteira Valor, consolidada pela indicação de 17 corretoras. Nossas análises nos últimos 3 anos indicam que cerca de 40 companhias (cerca de 10% do total das listadas), apelidadas por nós de “SABE Campeãs”, passarão quase que ilesas pela crise de 2020.

continue lendo -->

Setores: perdas de R$ 59 bi no 1º Semestre de 2020!!

11/09/2020

Dos 22 setores da bolsa, apenas 2 tiveram crescimento de lucros no 1º Semestre de 2020: Açúcar e Álcool, com enorme aumento pela reversão do prejuízo do 1S2019 e Mineração com  aumento de 7%, por conta da forte recuperação da Vale, ou seja, os demais 20 setores tiveram, quedas de lucros (a maioria) ou aumento de prejuízos.

continue lendo -->

ROEs têm quedas expressivas no 1S2020!!

28/08/2020

Com lucros em queda expressiva no 1º semestre de 2020, o retorno do acionista (ROE) de 233 empresas não financeiras ficou negativo, perdendo quase 20 pontos percentuais em relação ao mesmo período de 2019, enquanto que o ROE de 20 bancos cedeu 7,7 pontos percentuais ficando em 11,1%, na mesma comparação de períodos.

continue lendo -->

Endividamento cresce e assusta no 1º Semestre 2020!! - ERRATA

26/08/2020

O endividamento líquido total de 233 empresas não financeiras cresceu quase 17% do 1º semestre de 2019 para o mesmo período deste ano, o que em “tempos normais” não representa propriamente um problema. Mas, considerando o grau de alavancagem financeira, percebemos um sinal de forte preocupação: de 5,4 vezes no 1S2019 para 10,1 vezes no 1S2020, um aumento de 88%. Em outras palavras, 163 empresas (70% da amostra) estão com alavancagem acima de 3 vezes, das quais 81 em situação financeira muito difícil.


continue lendo -->

Lucros derretem no 1º Semestre 2020!!

19/08/2020

O desempenho total, medido pela soma dos resultados líquidos do 1S2020, confirmou a “cara feia” da economia como havíamos previsto por ocasião da divulgação dos resultados do 1º Trim 2020. Como era de se esperar os lucros das empresas caíram, anulando praticamente os ganhos de 2019 e influenciados pelas “large caps”, em especial Petrobras, Suzano e Oi. Pelo lado dos bancos, o tombo foi menor, embora todos os cinco maiores sofreram quedas expressivas em seus lucros.

continue lendo -->

Fintwit e o temor de bolha na bolsa

14/08/2020

É verdade que o número de menções às ações COGN3 e VVAR3 nas redes sociais no fim de julho de 2020 foi bastante expressivo. Mas, o que isto significa isto? NADA, se considerarmos os FUNDAMENTOS das duas companhias. Com resultados em declínio, dívidas expressivas e grau de alavancagem em nível de perigo, não deveriam ser boas opções de investimento no momento. A nosso ver prevaleceu o “efeito manada”, pois quem não tem experiência teme por ficar sozinho se não seguir com a maioria.

continue lendo -->

SABE Small Caps lidera em valorização!!

12/08/2020

A Carteira SABE Portfolio/Small Caps superou todas as demais com valorizações de 28% em 12 meses, 125% em 24 meses e 529% em 60 meses. Em segundo lugar vieram SABE Portfolio/Sustentabilidade com valorizações de 23% em 12 meses e 83% em 24 meses, seguida da Carteira Valor com 247% em 60 meses.

continue lendo -->

Empresas distribuíram menos 8,5% em valor em 2019!!

07/08/2020

Em 2019 vinte e uma empresas não financeiras destruíram valor num montante de R$ 2,3 bilhões. De 2018 para 2019, a queda de 8,5% na distribuição de valor de 258 empresas foi expressiva de R$ 1.117 bilhões para R$ 1.022 bilhões. Por outro lado, a distribuição de valor de 26 bancos aumentou 6,5% de R$ 145 bilhões para R$ 154 bilhões, no mesmo período. No total, somando Empresas e Bancos, a queda foi de 6,8%.

continue lendo -->

SABE Alerta

Assine e tenha acesso às melhores informações
para fundamentar suas decisões de investimentos em ações.